@GrupoFlaMais flamais@flamais.com.br (21) 99372-1001 @FlaMais

FLA+   Somando pelo FLA

Fla+ marcando presença no deliberativo

A comissão jurídica do Fla+ questionou o Presidente do Fla e do Conselho sobre o andamento da ação de regresso do Consórcio Plaza.

O Presidente do Conselho informou que foi criada uma comissão para acompanhar este tipo de situação e logo, haverá uma reunião para discutir o caso.

O Presidente do Flamengo informou a contratação de dois pareceristas e os pareceres já estão no jurídico e, brevemente,  serão encaminhados para o Conselho para ciência.

treino_fla_hj-_jpegEntenda o caso:.

A disputa judicial entre Flamengo e Consórcio Plaza se arrasta desde 2002 nos tribunais. O problema começou em 1996, quando Kleber Leite era o presidente do Flamengo. O montante se refere a uma dívida, que o clube não reconhecia, contraída com um empréstimo de R$ 6 milhões feito junto ao consórcio, que arrendaria a Gávea por 25 anos para a construção de um shopping. O empreendimento não saiu do papel, a verba foi aplicada na contratação de Edmundo, e o caso passou a ser contestado na Justiça. Com o passar dos anos, a dívida se multiplicou e hoje, de acordo com cálculos das partes, chega a R$ 90 milhões. 

 

Em um ato de temeridade e desrespeito ao estatuto do Flamengo e a autonomia dos órgãos do Flamengo, a diretoria no ano de 1995/96 assinou contrato de antecipação de recursos assumindo divida sem autorização legal.
A divida, na época de alguns milhares de reais se tornou 90MM e foi paga recentemente pelo Flamengo com autorização condicionada do conselho.
O Conselho Deliberativo no ano de 2016, em sessão extraordinária determinou ao Presidente do Flamengo que o mesmo ajuizasse imediatamente ação de regresso contra os responsáveis pelos prejuízos milionários aos cofres do clube ocorridos no processo contra o Consórcio Plaza.
Meses se passaram e nada de processo, diante disso, o FLA+ está fiscalizando e cobra respostas dos órgãos responsáveis do Flamengo.

Share

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *